Como deixar a volta as aulas mais divertida.

16th fev 2017

   A volta as aulas traz diferentes sentimentos e expectativas para pais, crianças e educadores. Para as mães que ficam em casa pode representar algumas horas para realizar os afazeres domésticos com tranquilidade, ir ao mercado, ou até conseguir aquela horinha para finalmente fazer a unha, o cabelo ou ler um livro. Já para as mães que trabalham fora, é o recomeço de uma rotina corrida de horários apertados, um corre-corre do trabalho para casa, de casa para a escola, da escola para o inglês, do inglês para o balé… ufa! Já estou cansada só de pensar. Por outro lado,as crianças são só ansiedade: livros, cadernos e lápis novos, matar a saudade dos coleguinhas, conhecer a nova professora, contar as novidades…

   Aos educadores, resta lidar com todas estas sensações; após preparem cuidadosamente seus materiais e suas salas para receber os “adoráveis pestinhas”, precisam ainda apaziguar o coração das mães de primeira viagem que deixam seus filhinhos pela primeira vez aos cuidados de outrem enquanto enxugam lágrimas e limpam narizes dos pequenos que não querem se apartar de suas mamães e ainda seguram pela mão aquele que só quer sair correndo  para o parque.

   Realmente não é tarefa fácil, por isso só é possível realizá-la com muito amor pela profissão. Constantemente recebemos professoras da educação infantil em nossa loja que buscam maneiras de incrementar suas aulas para manter o constante interesse de seus alunos e fazer com que aprendam brincando. É admirável pensar que elas passam horas imaginando, desenhando, colando, criando e recriando meios de transmitir o conhecimento, de a cada dia ajudar a escrever uma nova página neste imenso livro que é a mente de uma criança.

   Quando estamos rodeados de crianças, sejam elas filhos, sobrinhos ou alunos, nos surpreendemos diariamente com suas capacidades de criação, associação e resolução de dilemas através de estratégias que nunca imaginaríamos. Dê papel e lápis a uma criança e mande copiar um texto ou operação matemática e ela logo se cansará, mas tente utilizar jogos, desenhos e brincadeiras e verá que aprenderão muito mais depressa e não esquecerão a lição. Hoje existe uma gama de jogos que podem ser utilizados para auxiliar o desenvolvimento, motor, cognitivo, educativo e relacional das crianças. Estes jogos podem ser utilizados tanto por educadores, como por leigos e com certeza despertarão o interesse dos pequenos para aspectos inimagináveis do conhecimento.

Segue abaixo uma lista de alguns dos muitos brinquedos educativos disponíveis e suas aplicações, espero que se divirtam com seus filhos e alunos.

  • Brinquedos de encaixe – Explora conceitos de nomeação, identificação, comparação, diferenciação, conta pequenas quantidades, demonstra conceitos de em cima/em baixo, longe/perto, dentro/fora, muito/poco, cheio/vazio, mais/menos.18 meses ou +
  • Blocos de construir – Estimula a reflexão sobre formas e tamanhos e o planejamento de montagens considerando as relações necessárias para que não caiam. 1 ano ou +
  • Cubo Multifuncional – Trabalha a interação, combinação, coordenação motora, horas e exploração concretas de atividades. 3 anos ou +
  • Alinhavo – Trabalha coordenação motora, formas, tamanhos, cores, agilidade e percepção. 03 anos ou +
  • Painel de frações – Trabalha o sistema fracionário, associação das quantidades, valores, o reconhecimento das partes e de um todo.7 anos ou +
  • Cruzadinha – Estimula o raciocínio e o desenvolve a escrita, amplia o vocabulário, técnicas de pensamento e estratégias, ajuda a lidar com regras e contribui também para o desenvolvimento de cálculos matemáticos. 7 anos ou mais
  • Torre de Hanói – Trabalha regras simples de separação de cores e tamanhos, ajuda nas questões de coordenação motora, identificação de formas, ordem crescente e decrescente, etc. 03 anos ou mais.
  • Ábaco  – Trabalha a classificação por cores, contagem e separação de pequenas quantidades, criação de situações problemas orais ou escritos. 18 meses ou +
  • Jogo da memória – Trabalha a memorização, combinação, associação, nomeação e dramatização. 01 ano ou mais
  • Quebra – Cabeças – Trabalha a noção de posição, associação, coordenação e atenção.  01 ano ou mais

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *